Você está aqui Mundo Americas  

Lula da Silva, antigo presidente brasileiro nega em depoimento ter recebido suborno da Odebrecht

Quinta, 14 Setembro 2017  vanda de carvalho

O ex-presidente do Brasil Luís Inácio Lula da Silva, disse esta Quarta-feira num depoimento prestado ao juíz Sérgio Moro, responsável pelos casos da operação lava jacto, que não recebeu suborno da construtora Odebrecht.

O ex-chefe de Estado falou pouco mais de duas horas como réu de um processo no qual é acusado de ter recebido ilicitamente da Odebrecht um terreno no valor de 12,4 milhões de reais (3,3 milhões de euros), onde seria construída uma nova sede do Instituto Lula, e a propriedade de um apartamento localizado ao lado do imóvel em que mora, na cidade de São Bernardo do Campo.

Lula da Silva já foi condenado a nove anos e meio de prisão por ser beneficiário de um apartamento de luxo no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo, que lhe teria sido oferecido pela construtora OAS em troca de contratos com a Petrobras.

 

O ex-presidente recorre desta primeira sentença em liberdade, mas se a condenação for confirmada num tribunal superior poderá ser preso e ficará impedido de ser candidato nas próximas presidenciais do Brasil, que acontecem em 2018.