Você está aqui Mundo Africa  

Sete cristãos mortos num ataque perto do Mosteiro de São Samuel no Egipto

Segunda, 05 Novembro 2018  vanda de carvalho

As autoridades egípcias informam que pelo menos sete cristãos foram mortos num ataque contra um autocarro, esta sexta-feira, perto do Mosteiro copta de São Samuel, a 260 quilómetros da capital Cairo.

“Terroristas abriram fogo contra um autocarro da Província de Sohag”, disse o arcebispo de Minya, D. Anba Makarious, adiantando que sete pessoas morreram e 14 ficaram feridas, a mesma informação adiantada pela agência estatal de notícias MENA, citando uma fonte de segurança.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque ao autocarro que transportava cristãos perto do Mosteiro copta de São Samuel, o Confessor, na província de Minya, a 260 quilómetros da capital do Egito, Cairo.

“Reafirmo a nossa determinação em combater o terrorismo sombrio e perseguir os perpetradores”, disse o presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, que lamentou o ataque e chamou “mártires” às vítimas.

O sítio online ‘Vatican News’ informa que “é o ataque mais grave contra a minoria cristã” do Egipto em mais de um ano e recorda que num local muito próximo do local homens armados mataram 28 cristãos em Maio de 2017.