Você está aqui Angola Politica  

Primeira viagem de Tshisekedi foi a Angola

Quarta, 06 Fevereiro 2019  vanda de carvalho

A primeira deslocação ao estrangeiro do presidente da República democrática do Congo foi a Angola nesta terça, 5 de Fevereiro de 2019. Félix Tshisekedi alegou continuar à espera de provas de Martin Fayulu que contestou a sua eleição como chefe de Estado no escrutínio de 30 de Dezembro passado.

Numa conferência de imprensa conjunta com o seu anfitrião, João Lourenço, Félix Tshisekedi admitiu ter dado provas de abertura em relação a Martin Fayulu, incluindo um convite para integrar o seu executivo.

Até ao momento, porém, Fayulu, tido como favorito dos opositores ao escrutínio, e que acabaria por ficar em segundo lugar, segundo a Comissão de eleições e o Tribunal constitucional, não lhe deu nenhuma resposta.

"Esta alternância fez-se de maneira pacífica enquanto as duas primeiras edições do processo eleitoral tinham degenerado em sangue.

Daí admito que houve aqui um progresso.

Até agora continuo a aguardar pelas provas do contestatário do veredicto do Tribunal constitucional.

Até agora continuo sem ter visto nada.

Não fiz nenhuma proposta clara ao senhor Fayulu. Tanto faz o que ele há-de decidir quanto a entrar ou não para o governo...

Mas prezo que ele, os seus amigos, e de forma mais abrangente, todos os actores políticos congoleses possam trabalhar livremente no respeito dos seus direitos e da sua liberdade."

Fonte: RFI