Você está aqui Angola Politica  

Radio Ecclesia

Policia Nacional no Huambo investiga o caso do atentado contra Abílio Kamalata Numa

Quinta, 15 Abril 2010  Hugo Ramon Castro
numaO comandante da Policia Nacional no Huambo, subcomissário António de Jesus Miranda Guedes, acusou hoje, quarta-feira, nesta cidade, o secretário-geral da Unita, Abílio Kamalata Numa, de "estar a esconder informações" que poderiam facilitar a investigação da alegada tentativa de atentado contra si, ocorrido dia 25 de Março deste ano, no Bailundo (Huambo).

Em entrevista à imprensa, o subcomissário António de Jesus Mirada Guedes descartou qualquer tentativa de atentado contra o dirigente de Galo Negro, na noite do dia 25 de Março, na aldeia de Chilombe, comuna de Lunge, Município do Bailundo, conforme afirmou em conferência de imprensa em Luanda.


O subcomissário admitiu no entanto, que "ouviram-se dois disparos a cerca de dois quilómetros do local onde se encontrava o secretário-geral da Unita, o que não se pode dizer que é um atentado contra ele", frisou.


Adiantou por outro lado que, o presidente da Unita, Isaías Samakuva na companhia do secretário-geral do seu partido, Abílio Kamalata Numa, deslocaram-se no último fim de semana a aldeia de Chilombe (Bailundo), mas antes comunicaram a Polícia Nacional que garantiu a sua segurança.