Você está aqui Religiosa Dominical  

Jovens em Cabinda celebram a Páscoa Jovem

Segunda, 06 Maio 2019  vanda de carvalho

A juventude da Diocese de Cabinda celebrou, este Domingo a sua Páscoa na Paróquia de São Tiago Maior, em Lândana.

Numerosos jovens vindos de todas as paróquias tiveram momentos de oração e de diversão que ajudaram a reavivar a fé e a estreitar laços de amizade.

O Bispo da Diocese de Cabinda, Dom Belmiro Chissengueti, pediu aos Jovens católicos por ocasião da Pascoa Juvenil a serem como os Apóstolos que foram insistentes ao afirmarem que deve-se primeiro obedecer a Deus antes de obedecer aos homens”porque todo aquele que o segue sem dúvida alcançara a salvação que Deus prometeu aos homens”.

O prelado prosseguiu dizendo que a igreja continua firme ao celebrar Cristo ressuscitado, por isso o cristão coloca nele a sua confiança. Dom Belmiro lembrou ainda aos jovens que este dilema continua presente e apontou alguns exemplos do dia-a-dia” os que obedeceram aos impulsos da carne, se deixaram levar pelo mal e não tiveram em conta a felicidade dos outros, aqueles que roubaram os medicamentos dos hospitais, os livros das escolas, os dinheiros das estradas, que prejudicaram o nosso bem-estar obedeceram aos impulsos dos seus corações, obedeceram a negatividade da vida, obedeceram ao mal e ao demónio e não permitiram que o bem se realizasse na nossa terra”.

Dom Belmiro falou ainda do comportamento dos que obedecem a Deus, principalmente os que exercem cargos públicos, tem sempre em conta a realização do bem comum, seja na escola, na família, na administração, no governo, a igreja, tem sempre em conta obedecer antes a Deus do que aos homens, porque os homens sem Deus querem sempre o mal, são invejosos, egoístas, roubam, desviam e colocam a vida de todos em grande risco” Quando não se obedece a Deus surgem as guerras, as desavenças, aumenta a pobreza e a falta de condições dignas para jovens, crianças e adultos”.

O pastor da Diocese de Cabinda, falou do egoísmo que se assiste na sociedade Angolana resulta deste agir de não obedecer a Deus, porque ai não se pensa no bem comum, na felicidade dos outros, construção de instituições que perdurem para sempre nem no futuro, olha-se simplesmente para o presente meu, dos meus familiares, amigos, conterrâneos e os outros que se arranjem como poder” este egoísmo é que nos fez desperdiçar o momento de Deus quando abençoados pela riqueza, tínhamos a possibilidade de construir uma boa cidade, um bom país, uma boa nação”.